sábado, 28 de novembro de 2015

das suspensões...

.
"quando vê o ipê florido
acontece do poeta
pensar com o corpo
é que a carne pesa
e o músculo manifesta
seu querer ser flor
aflorar, florescer
deflorar o dia
revelar-se
na flor insólita
do poema"

Dado Amaral "quando vê o ipê florido". 
In:_____. Poeria. Rio de Janeiro: 
Mundo das Ideias, 2012.
.



























pleno voo
liberta
libélula
alheia
à 
tudo
suspensa
soma
o ar

asas
...................................................................


estou vendo o outro
como o não ver em mim
como pedaços
e metáforas
isoladas
ilhas distantes
lendas
e paisagens
o mar é meu olho aberto
não tenho distâncias
empresto
a vida
sem aguardar
surpresas
deixo o tempo
acontecer
suspenso
...................................................................

a memória 
também 
espalha
o que ardeu
como
palha
a palavra 
que fica 
como mera memória 
depois de ser 
dita
falha
...................................................................

a maçã versátil 
tem na cabeça 
a descoberta 
da gravidade
e na boca
a descoberta
do pecado:
a maçã 
é uma 
invenção 
original
...................................................................

o dia é um espasmo
a noite é um espanto 
cada ano é um espaço 
de tempo
muito estranho
o sol erra a lua
de tamanho
e nem no infinito 
se entendem
nos enganos
as horas 
indiferentes
passam
...................................................................

a raiva 
triturada 
em pó 
é a mágoa 
e não é dor
que se 
cheire
...................................................................

uma memória sem calos
não guarda amor
...................................................................

você é você 
essa passagem entre
a carne 
o tempo 
e o osso
...................................................................

para Nanete Neves

o hífen 
é uma onda
difícil 
de surfar 
ele quebra
as palavras
e confunde em que
praia da palavra
se encaixa
...................................................................

a vida ensina 
num sapato
um nó mal feito
causa um embaraço 
um tombo feio
por causa
de um só 
laço
...................................................................

se qualquer garganta
pode conter um dicionário 
escolha a palavra silêncio

classe gramatical: interjeição e substantivo masculino

um homem só 
calado
diz
muito
...................................................................

o nada 
está em falta
no bazar do zero
não se fazem contas
de subtrair
e o que se leva
é sempre nulo
isso acontece
também 
algumas vezes
com as gentes
que se vendem
insistentemente
com as almas 
vazias
...................................................................

o tempo é um carvão 
determinado 
que não risca
nenhum chão 
sopre o tempo
e o amor
e observe:
eles acendem
e queimam 
vida
sou de cinzas
por isso
...................................................................

falar de uma rosa
é considerar espinhos
falar de amor 
é sentir o espinho
na carne 
sem nem perceber
...................................................................

uma ampulheta de fogo
queima o tempo
e o vidro vaza
a areia fica de fora
sem contar hora nenhuma 
é aí que a vida
passa
...................................................................

será que o espelho é ruim
ou sou eu que 
esvaziei-me
de mim?
...................................................................

se as estrelas cadentes
fossem borboletas 
de várias cores
teríamos desejos
em forma
de flores
...................................................................

o pensamento é uma vaga luz
um vaga-lume
em cada olho
passa tão rápido 
assim
voando
...................................................................

trem mineiro

o trem e a esperança 
perdidos. por enquanto
ciência que nunca tive
perdi tempo fazendo hora
...................................................................

vida
que 
sempre
que
quase
...................................................................

eu vejo tudo com certa futilidade
menos a poesia
essa não me limita e me deixa sempre
de portas abertas
é tudo muito grande 
e essas grandezas me preenchem
como se eu não precisasse de mais nada
ainda persigo a emoção definitiva
essa mais difícil
essa que um dia espero 
encontrar em algum outro
algum ouro é possível
mas desenterrar exige
entrega
e isso
só quando um outro
for
inteiro
e entender
as possibilidades
em mim
...................................................................

meia cara
meia vida
meio ao meio
meio tenso
meio preso
ao medo
...................................................................

"esse minuto 
que sofro
consiste em:
mas não passou de um engano!?
num outro minuto
em que me acalmo
consiste numa xícara
tomemos um café!
a vida é repleta de enganos...
e cada gole são suas mãos 
passando os dedos
em meus cabelos
meus medos
todos
varridos da minha cabeça
até que 
de engano 
em engano
a esperança pouse
logo adiante 
pela
manhã"

com Michelle Della Torre
.


....................

Nenhum comentário: